Notícias

Início » Editorias » Notícias

O que é Correspondente Caixa Aqui?

Por Redação - PORJUCA Publicado em 19/09/2018, 06:00 - Atualizado em 01/10/2018, 09:29

Fica mais fácil cuidar de nossa vida financeira com um Correspondente Caixa Aqui. Pagar boletos, água, luz, telefone, internet… tudo o que você tiver de conta dá para pagar num Correspondente Caixa Aqui.

E os serviços não param por aí! Também dá para obter crédito para construir e reformar, fazer empréstimo consignado, consórcio imobiliário, etc.

Um Correspondente Caixa Aqui, assim como outros correspondentes bancários, é um varejo de vários tipos: pode ser uma lotérica, padaria, farmácia que prestam serviços em nome de um banco.

A principal característica de um correspondente bancário é que um serviço bancário é prestado por uma entidade não-bancária. O banco é um parceiro do varejista.

Qual a importância do Correspondente Caixa Aqui para a economia brasileira?

Correspondente Caixa Aqui é responsável pela penetração das atividades bancárias nas regiões de pouco acesso de serviços bancários do país.

Por exemplo, sessenta e cinco por cento dos benefícios do Programa Bolsa Família é pago via Correspondente Caixa Aqui. Em muitas situações, se não fosse o Caixa Aqui, as famílias teriam que viajar para receber seus benefícios.

Correspondente Caixa Aqui

O custo de instalar um Correspondente Caixa Aqui é infinitamente menor que do que a manutenção de uma agência ou caixa eletrônico da Caixa Econômica Federal.

Por isso, a Caixa desenvolveu o modelo de Correspondente Caixa Aqui, que consiste no treinamento e capacitação de empresas terceirizadas para realizar os serviços que, normalmente, são prestados nas agências do banco.

A principal intenção da Caixa foi facilitar a vida dos clientes, aumentar o volume de consumidores nesses pontos comerciais e, como consequência, aumentar o número de clientes para o banco. O atendimento propicia procedimentos simples como abertura de contas, transferências bancárias, pedido de cartão de crédito, etc.

Um Correspondente Caixa Aqui fica conectado em tempo real com os servidores do banco. Isso permite que o correspondente preste diversos serviços especializados, com agilidade e qualidade.

Existem dois tipos de Correspondente Caixa Aqui: o transacional e o negocial. O transacional, como o nome sugere, se resume em operações mais simples e rápidas, como pagamentos de boletos, saques de pequeno valor, recebimento de contas de água, luz e telefone.

O Correspondente Caixa Aqui Negocial, trabalha com operações mais complexas, como aberturas de contas, tanto para Pessoa Física ou Jurídica, financiamentos habitacionais, consórcios e seguros. Ou seja, oferece quase todos os serviços de uma agência da Caixa.

Qual estabelecimento pode ser um Correspondente Caixa Aqui?

Na verdade, não existe restrição de tipo de comércio para ser um Correspondente Caixa Aqui. O que se leva em conta é o espaço físico para atender os clientes, o fluxo financeiro, a segurança do local, entre outras condições.

Caixa Aqui

Quando um estabelecimento comercial se torna um Correspondente Caia Aqui, ele adquire várias vantagens. Como, por exemplo, a fidelização do cliente, aumento expressivo no fluxo de consumidores no local e aumento nos lucros com o recebimento das comissões do banco.

Quais serviços são oferecidos por um Correspondente Caixa Aqui?

Os serviços oferecidos por um Correspondente Caixa Aqui dependem muito da escolha feita pelo proprietário do comércio onde o correspondente está instalado. O contratante não é obrigado a ter todos os serviços contratados.

Veja algumas opções:

– Recebimento de contas até o vencimento e já vencidas

– Recebimento de tributos com ou sem código de barras

– Saques do próprio banco correspondente e do INSS

– Depósitos

– Consulta de saldo bancário

– Proposta para abertura de conta bancária, cartão de crédito

– Recargas para celular

– Financiamento Imobiliário

– Financiamento de Veículos;

– Contratação de Crédito Consignado

– Crédito Direto ao Consumidor

Qual o segredo para ter lucro como Correspondente Caixa Aqui?

O proprietário de um Correspondente Caixa Aqui obtém seu lucro com as comissões pagas pelo banco, a partir das transações realizadas num certo período. Por isso, no início das operações talvez demore um pouco para se obter um retorno muito grande.

O trabalho de correspondente bancário é baseado na no comportamento econômico. Quanto mais estável, maiores as chances de novos negócios. Claro que, não basta ficar à mercê do momento financeiro que o país atravessa. É necessário ter um diferencial para se destacar entre as várias opções existentes.

O relacionamento com o cliente é uma característica importante e necessária nesse trabalho. Para o bom êxito no gerenciamento de um Correspondente Caixa Aqui é preciso gostar de trabalhar com pessoas. Como o ambiente é diferente de uma agência bancária, é possível manter um contato mais direto e informal com as pessoas.

Outra sugestão importante: conhecer bem os serviços disponibilizados e saber orientar o cliente a partir das necessidades que ele apresenta. O cliente precisa entender claramente todos os processos da operação que está fazendo. Desde um simples saque até um financiamento de um imóvel.

Por isso, a transparência no processo ajuda a desenvolver uma relação saudável com o consumidor e proporciona a confiança necessária. Existem muitas ofertas de crédito e de serviços financeiros por aí, então, uma boa estratégia é oferecer agilidade no processo e dar ao cliente exatamente o que ele precisa.

O que é Correspondente Caixa Aqui? 2018-10-01T09:29:03+00:00

Emprestimo para Pessoa Fisica: Principais Requisitos Solicitados

Por Redação - PORJUCA Publicado em 19/09/2018, 05:30 - Atualizado em 01/10/2018, 09:29

O Empréstimo para Pessoa Física é uma das linhas de crédito mais usadas no mercado. Um dos motivos para esta procura é que a liberação do dinheiro costuma ser fácil. As instituições financeiras não se preocupam em saber onde o dinheiro será gasto.

O banco ou financeira fazem uma análise de crédito para o cliente que deseja o Empréstimo para Pessoa Física e, caso seja aprovado, o dinheiro é depositado na conta do cliente dentro de pouco tempo.

Por ter essas facilidades, essa modalidade de crédito, geralmente, possui altas taxas de juros. Por isso deve ser bem analisado antes de ser contratado.

Mas, quando o Empréstimo para Pessoa Física pode ser uma boa saída? Vamos conhecer as vantagens, as desvantagens e quando essa linha de crédito é a melhor opção.

Vantagens e desvantagens do Empréstimo para Pessoa Física

Vantagens:

A primeira vantagem do Empréstimo para Pessoa Física a ser elencada é a rapidez na liberação do dinheiro. Em alguns casos, você não precisa nem ir ao banco solicitar seu crédito, pois o banco disponibiliza um valor pré-aprovado na sua conta e você pode sacar esse valor pela internet banking ou no caixa eletrônico.

Empréstimo para Pessoa Física

Se o seu pedido for feito direto na agência bancária e for aprovado, em muitos casos, o dinheiro é depositado em sua conta no prazo de um dia.

Uma outra vantagem é a opção de saldar uma dívida do uma dívida do cheque especial com um Empréstimo para Pessoa Física. Se, ao comparar os juros e taxas do cheque especial com as taxas e juros de um empréstimo pessoal e, nesse caso, os custos do empréstimo forem menores, a melhor opção é o empréstimo pessoal.

Você deve comparar o Custo Efetivo Total (CET) para saber se o empréstimo pessoal está compensando.

Outra conveniência em realizar um Empréstimo para Pessoa Física, é no surgimento de uma emergência que custe caro para ter uma solução. Este é o caso de um familiar, por exemplo, que necessite passar por um tratamento de emergência. Se você não disponibiliza do valor a ser gasto, o empréstimo é uma boa solução.

E para não dizer que o empréstimo só serve para momentos ruins da vida, você pode fazer um empréstimo pessoal para realização de um projeto e não tem condições financeiras para realizá-lo no momento desejado. Claro, que deve ser bem estudado o custo-benefício da concretização do seu sonho.

Existem algumas financeiras que concedem Empréstimo para Pessoa Física para quem está com o nome negativado junto aos órgãos de proteção ao crédito – SERASA, SPC, etc. Então, quem está com o nome sujo podem conseguir dinheiro emprestado com estas empresas que fazem empréstimo para negativados, já que não conseguem crédito junto aos bancos.

Desvantagens:

A principal desvantagem que o Empréstimo para Pessoa Física tem é, sem dúvidas, a sua alta taxa de juros. De acordo com o Banco Central, a média de taxas de juros cobradas para empréstimos é de 7 % ao mês. Podendo ser maior ainda, de acordo com a instituição financeira contratada.

Outra desvantagem é o acesso fácil na contratação deste tipo de empréstimo. Também a possibilidade de emprestar um montante maior do que o necessário. Esses dois aspectos devem ser levados em consideração para não cair numa acumulação de vários créditos.

Deve se levar em consideração que, quanto mais dinheiro emprestar, maior será a dívida a pagar.

Outra desvantagem, que deve ser encarada como um grande sinal de perigo, é a inadimplência. Ou seja, você ficar mais endividado ainda se não conseguir honrar com os pagamentos do Empréstimo para Pessoa Física. Evite o efeito bola de neve que situações como essa podem gerar.

Como conseguir um Empréstimo para Pessoa Física

Não é muito difícil conseguir seu empréstimo pessoal. Antes de tudo você precisa analisar todas as ofertas que encontrar. Em seguida é preciso comparar as opções de crédito e ver qual combina mais com seu perfil financeiro, suas necessidades e objetivos.

Emprestimo para Pessoa Fisica

Visite o site dessas instituições e faça simulações do seu Empréstimo para Pessoa Física. É possível simular o número de parcelas, o valor a ser emprestado, às taxas de juros, etc.

Depois de escolher uma financeira ou banco, você deve ir até essa instituição financeira e eliminar todas as suas dúvidas e não tenha pressa em assinar o contrato.

Depois de solicitar seu Empréstimo para Pessoa Física, você precisará que o banco ou a financeira faça a análise de crédito, para, assim, liberar ou não o crédito solicitado.  Esta análise de crédito leva em conta:

– Score (pontuação) de crédito

– Restrições em seu nome

– Renda mensal

– Comprometimento de sua renda se o empréstimo for liberado.

Se seu pedido for aprovado, você será chamado para conhecer as condições de liberação de crédito e assinar o contrato de empréstimo.

Fique atento a todas as informações e, pergunte, caso ainda reste alguma dúvida. Você não é obrigado a assinar o contrato se não concordar com alguma cláusula.

Depois disso, você assina o contrato e o dinheiro será depositado em sua conta no tempo acordado entre você e o banco. Aproveite o dinheiro para resolver suas pendências financeiras e, aproveite para organizar a sua vida financeira. Boa sorte!

Emprestimo para Pessoa Fisica: Principais Requisitos Solicitados 2018-10-01T09:29:03+00:00

FIES Como Negociar Parcelas Atrasadas Inadimplentes

Por Redação - PORJUCA Publicado em 19/09/2018, 05:01 - Atualizado em 01/10/2018, 09:29

Muitos estudantes sonham em fazer uma faculdade, porém encontram muitas dificuldades para tornar real esse desejo porque o ingresso nas universidades públicas e extremamente concorrido e o acesso às instituições de ensino particulares é muito caro. Para ajudar esses estudantes, o governo federal lançou em 1999 o FIES (Fundo de Financiamento do Ensino Superior).

O FIES é um programa governamental que financia os cursos das instituições de ensino privadas para alunos de baixa renda.

Atualmente, existem mais de 2,7 milhões de alunos estudando através de contratos em andamento no FIES. Até o ano de 2017, o aluno que terminava seus estudos no curso desejado, tinha um prazo de carência de 18 meses para começar a pagar seu financiamento estudantil.

Para o ano de 2018, o Governo inaugurou o Novo FIES, e modificou diversas regras estabelecidas até então. Com o novo FIES, o aluno deve começar a pagar sua dívida depois de 30 dias da conclusão do curso.

Houve também um aumento do teto do financiamento. O valor máximo do FIES, que antes era de R$30 mil, passa para R$42.983 por semestre, ou R$ 7 mil por mês. Essa medida visa auxiliar os estudantes dos cursos de medicina, que tinham dificuldades em pagar suas altas mensalidades.

O que acontece se não pagar o FIES?

Como foi dito anteriormente, os estudantes que utilizam o FIES para cursar a faculdade não têm mais a carência de 18 meses para começar a pagar sua dívida.

No período de amortização da dívida, se o recém-formado estiver empregado ou abrir seu próprio negócio, as mensalidades são descontadas diretamente na folha de pagamento ou na conta bancária da onde é depositada a renda mensal dele.

FIES

Caso o estudante não tenha renda, o financiamento é pago por mensalidades com valor equivalente ao pagamento mínimo. Os pagamentos devem ser realizados diretamente para as instituições em que os serviços foram contratados.

Entretanto, com o alto índice de desemprego no país, muitos estudantes que contrataram o FIES não estão conseguindo pagar a sua dívida. Segundo dados fornecidos pelo MEC, dos 526,2 mil contratos em fase de pagamento, 53% estão atrasados.

Se o pagamento das parcelas do FIES não for realizado, o nome do aluno e do fiador será incluso na lista de inadimplentes do Serasa, pois haverá pendências com a Caixa Econômica Federal ou Banco do Brasil.

É importante busca esse acordo porque, ao se tornar inadimplente por parcelas atrasadas do FIES, essa dívida não prescreverá com o tempo. Mesmo depois de 5 anos sem pagar as mensalidades, o nome do devedor continuará negativado e sofrerá os riscos de busca e apreensão, além do bloqueio de bens para liquidar o débito com o Governo Federal.

Como fazer renegociar as Parcelas Atrasadas do FIES?

Ao perceber que não poderá arcar com o pagamento das mensalidades, o recém-formado deve procurar o banco onde assinou o financiamento e solicitar a renegociação da dívida do FIES.

Para renegociar sua dívida do FIES, você deve solicitar a renegociação no site do FIES. Acesse o site do FIES e peça a renegociação. Para isto, siga estes passos:

Acesse o link de renegociação do FIES > digite suas informações para criar uma nova senha > clique no link de confirmação que será enviado para seu e-mail > digite seu CPF e a nova senha criada.

Programa FIES

Em seguida, você será encaminhado para a página de renegociação no site do FIES. Nesta página terá todas as informações atualizadas do seu financiamento: valor restante da dívida, o número de parcelas que ainda faltam e os valores das parcelas.

Nesta mesma página, é possível fazer uma simulação da renegociação desejada. No campo Escolha o total de meses para simular” é possível alterar a quantidade de meses para pagar a dívida e o próprio site calcula o valor das parcelas.

Depois de decidir os números de parcelas e valores adequados ao seu orçamento, você deve clicar no campo “Gravar e Prosseguir”.

Quais os documentos necessários para renegociar a dívida do FIES?

O site mostrará uma lista de documentos a serem impressos:

– Documento de Regularidade para Alongamento de Amortização – DRA

– Declaração de Desistência ou Inexistência de Ação Judicial (caso você tenha movido alguma ação contra o FIES).

Você assinar esses documentos depois de impressos e providenciar uma cópia dos seguintes documentos:

Identidade do estudante

CPF do estudante

Comprovante de residência do estudante e do fiador

Comprovante de renda do fiador

Após reunir todos esses documentos, você e seu fiador devem ir até o banco onde o contrato de financiamento foi assinado. É aconselhável que você faça um contato prévio com o banco para saber mais sobre a renegociação do FIES e se é possível realizar a renegociação na data pretendida.

Caso queira trocar o fiador (a), é possível fazer isso na renegociação, desde que o possível substituto tenha seu cadastro aprovado. Também é possível modificar a data de vencimento das parcelas.

FIES Como Negociar Parcelas Atrasadas Inadimplentes 2018-10-01T09:29:04+00:00

Financiamento Habitacional na Caixa: Principais Informações

Por Redação - PORJUCA Publicado em 19/09/2018, 04:30 - Atualizado em 01/10/2018, 09:29

O financiamento habitacional é uma das opções mais utilizadas para que muitas pessoas realizem o sonho da casa própria. Mas comprar um imóvel não é tarefa tão simples, pois envolve muitas decisões, como escolher a casa desejada e pesquisar as melhores opções de pagamento do imóvel.

Na verdade, é possível comprar um imóvel de três maneiras: com pagamento à vista, através de um consórcio imobiliário ou pelo financiamento de imóveis.

O que é um financiamento habitacional?

Ao contratar um financiamento habitacional, o cliente adquire a possibilidade de comprar um imóvel e realizar o pagamento deste imóvel em inúmeras parcelas que se encaixam no seu orçamento doméstico mensal.

Financiamento Habitacional

Isso é possível porque o financiamento de um imóvel pode ser dividido em mensalidades que se estendem por 20 ou 30 anos. E é possível financiar imóveis novos, usados e, até, comprar terrenos para construir um imóvel no local.

Na verdade, o financiamento habitacional consiste numa espécie de empréstimo para a aquisição de um imóvel, isto porque, apesar do comprador do imóvel fazer o pagamento parcelado, o proprietário do imóvel que está à venda recebe o valor integral de uma só vez.

Opções de financiamento habitacional da Caixa Econômica Federal

A Caixa Econômica está entre as melhores opções na hora de escolher uma instituição financeira para um financiamento imobiliário. Para escolher bem é preciso levar em conta as exigências do banco para conceder o financiamento e também analisar as melhores taxas.

Financiamento Caixa

Nas linhas de crédito para financiamento imobiliário, a Caixa oferece várias opções. Todas elas com prazo de até 35 anos para pagar.

Veja abaixo alguns detalhes de cada uma delas:

Financiamento Habitacional para imóveis novos

O financiamento de imóveis novos é feito pelo Sistema Financeiro de Habitação e tem como garantia a alienação fiduciária, ou seja, o banco fica como proprietário o imóvel, mas o comprador tem o direito de posse.

Financiamento Habitacional para imóveis usados

Com essa linha de financiamento habitacional, é possível financiar um imóvel usado. Para isso, a Caixa fará uma avaliação das condições do imóvel, da documentação e do valor pedido, a fim de avaliar se o imóvel escolhido pelo futuro comprador se encaixa nas condições e regras exigidas para o crédito solicitado.

Aquisição de terreno e construção

Dentro suas opções de financiamento habitacional, a Caixa auxilia na compra do terreno e na construção da moradia. O financiamento é feito pelo Sistema Financeiro de Habitação e tem como garantia a alienação fiduciária.

Construção em terreno próprio

O financiamento habitacional com construção em terreno próprio favorece aquelas que pessoas que já adquiriram um terreno, mas não têm condições de construir a casa no local.

Como contratar o financiamento habitacional da Caixa

Para contratar qualquer financiamento habitacional da Caixa, é preciso seguir três passos:

Financiamentos Habitacionais Caixa

1º) Aprovação de cadastro e crédito

Ao se decidir por comprar um imóvel, seja de qual tipo for, a pessoa deve procurar uma das Agências Caixa ou Correspondente Caixa Aqui para tirar suas dúvidas e entregar a documentação, se possível. Ao receber o pedido, o banco vai avaliar o seu cadastro e, se for considerado apto, vai aprovar o crédito.

2º) Avaliação do imóvel

Enquanto acontece a avaliação dos documentos, os engenheiros da Caixa também farão uma avaliação do imóvel que se pretende comprar. Para uma maior segurança do comprador, a Caixa avalia os documentos dos vendedores, se for necessário.

Em seguida, a Caixa ajudará o comprador a definir a melhor opção de financiamento, de acordo com suas condições financeiras e valor do imóvel escolhido. Também solicitará a providência de outros documentos que sejam necessários para a confecção do contrato.

3º) Entrega dos documentos e contrato

​Depois de averiguar toda a documentação e o contrato ser redigido, a Caixa vai solicitar sua presença na agência onde o financiamento está sendo negociado para a assinatura do contrato de financiamento habitacional escolhido

Conheça as condições para adquirir um Financiamento Habitacional da Caixa

Para ter o pedido aprovado para um financiamento habitacional na Caixa Econômica, o cliente deve ser brasileiro e ter mais de 18 anos completos ou ser emancipado.  No caso de o interessado ser estrangeiro, é necessário possuir visto permanente no país e documentação regulamentada.

Uma exigência óbvia, mas que o banco faz questão de reforçar, é que o cliente deve ter capacidade de pagamento para quitar o empréstimo.

Já as condições de aprovação para o imóvel escolhido se dividem em duas possibilidades:

– estar localizado no mesmo município onde o cliente exerça sua ocupação profissional principal, nos municípios limítrofes a ele ou integrantes da mesma região metropolitana;

– estar localizado no município onde seja comprovada a residência há mais de um ano, nos municípios limítrofes a ele ou integrantes da mesma região metropolitana.

Documentação básica para financiamento habitacional Caixa

Os documentos básicos e necessários para dar início no processo de financiamento habitacional são:

Do  Comprador:

– Documento oficial de identificação

– Comprovante de renda atualizado, emitido no máximo há 2 meses

No caso de uso do FGTS

– Última declaração do Imposto de Renda e recibo de entrega à Receita Federal

– Carteira de Trabalho ou Extrato de FGTS

Do imóvel:

– Certidão Atualizada de Inteiro teor da Matrícula

Dos Vendedores:

Documento oficial de identificação

Comprovante de estado civil

O saldo do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) pode ser usado no financiamento habitacional casa própria, seja para comprar e construir o imóvel, para amortizar ou liquidar o saldo devedor ou para pagar parte do valor das prestações.

Financiamento Habitacional na Caixa: Principais Informações 2018-10-01T09:29:04+00:00

Caixa Cap Aluguel Sem Fiador Saiba Como Funciona

Por Redação - PORJUCA Publicado em 19/09/2018, 04:00 - Atualizado em 01/10/2018, 09:29

Quando o assunto é o aluguel de imóveis, sabemos que as exigências são inúmeras. E quando o locatário exige um fiador (a) para assumir a dívida em caso de inadimplência? Muitas pessoas não encontram ninguém. Por isso, vamos falar aqui do Caixa Cap Aluguel.

Todos sabemos que as requisições de documentos, de seguros, de depósitos antecipados são uma grande dor de cabeça. Pior ainda, quando um fiador é exigência para o contrato de aluguel. Os amigos desaparecem, os familiares se fazem de desentendidos…

Por conta dessas dificuldades que muitas pessoas encontram na hora de fechar a locação de um imóvel é que Caixa Seguradora lançou o título de capitalização Caixa Cap Aluguel. Com ele, é dispensado a figura do fiador, não é necessário comprovar renda e nem ter seu crédito analisado.

Como funciona o Caixa Cap Aluguel?

Com o Caixa Cap Aluguel é possível alugar um imóvel sem fiador, sem depósito caução ou contratar seguros não obrigatórios. E, além de garantir o pagamento do aluguel, o locatário concorre a prêmios mensais no valor de 15 vezes o valor do título de capitalização.

Caixa Cap Aluguel

 

E o final, o locatário que adquiriu o título, no final do plano, recebe todo o valor pago atualizado pela TR. Para adquirir um Caixa Cap Aluguel deve ser feito um pagamento único a partir de R$ 1 mil. Na verdade, o valor do título é combinado com o locador como o valor da garantia do aluguel.

Saia do aluguel conheça já o Financiamento Habitacional da Caixa, realize o sonho da casa própria.

Documentos necessários para o resgate envio pelo site

Para contratar o título de Capitalização Caixa Cap Aluguel é preciso providenciar os seguintes documentos:

Para locador (proprietário ou representante do imóvel) e locatário (quem está alugando o imóvel), são necessários os seguintes documentos:

Para Pessoa Física:

Firmas reconhecidas: Proposta/título de aquisição do Caixa Cap Aluguel, assinada pelo locatário e também pelo locador;

São necessários cópias dos seguintes documentos: CPF; RG ou CNH (habilitação) ou passaporte e também comprovante de residência (não anterior a três meses).

Para Pessoa Jurídica:

Firmas reconhecidas: Proposta/título de aquisição do Cap Aluguel, assinada pelo locatário e também pelo locador;

Carta-caução.

Cópia dos documentos: CNPJ; Contrato social e todas as alterações (até a última) ou estatuto (assembleia geral ordinária que consolide a última versão do estatuto e a última ata de eleição de diretoria); Comprovante de endereço da empresa (não anterior a três meses).

Uma observação importante é que, para o cancelamento ou resgate do Caixa Cap Aluguel, o locador ou o locatário deve encaminhar as cartas de cancelamento ou de resgate à Caixa Seguradora, com firmas reconhecidas de ambos.

Quais as vantagens do Caixa Cap Aluguel para o locatário e para o locador?

Para o locatário:

Garantia locatícia: O Caixa Cap Aluguel supre a pessoa do fiador, não tem necessidade de comprovação de renda ou análise de crédito.  

Valor da garantia: o locatário combina com o locador o valor da garantia do aluguel, que será igual ao valor do título.

Caixa Aluguel

Dinheiro guardado: é uma forma de guardar dinheiro e concorrer a prêmios.  

Prêmios em dinheiro: durante a vigência do plano, o locatário concorre a prêmios no valor de 15 vezes o valor do título, líquidos de IR.

Assistência Residencial: o locatário recebe assistência residencial gratuita para o imóvel alugado.

Para o locador:

Possibilidade de negociação: o locador pode negociar com o locatário qualquer valor em garantia.

Certeza de ressarcimento: em caso de inadimplência ou quebra de contrato, o locador tem a garantia de que será reparado, até o limite negociado.

Fácil renovação:  o locador pode contratar um novo Cap Aluguel na renovação do contrato de aluguel.  

Assistência Locatícia: no caso de inadimplência, os títulos do Caixa Cap Aluguel com valores acima de R$ 6 mil, o locador pode contar com o apoio da caixa Seguradora no processo formal de cobrança e ação de despejo.

Em linhas gerais, o Caixa Cap Aluguel possui inúmeros benefícios. Porém, não podemos deixar de elencar algumas desvantagens que é preciso observar na hora de sua contratação.

Veja algumas delas:

Pagamento à vista:  o pagamento do Caixa Cap Aluguel deve ser pago à vista no momento da contratação porque na capitalização para aluguel o título é do tipo PU (Pagamento Único).

O locador influencia no valor da do título: o proprietário do imóvel tem influência direta sobre o valor a ser contratado no Caixa Cap Aluguel. E o valor deverá ser pago pelo locatário. O importante nesta fase é a negociação do valor, afim de que se chegue a um consenso para que todos os envolvidos se sintam seguros em relação ao valor contratado.

Rendimentos são pequenos:  não é possível conseguir grandes rendimentos com o dinheiro aplicado no Caixa Cap Aluguel. Eles são bem menores que os investimentos tradicionais. O valor da aplicação no título de capitalização é atualizado de acordo com a TR (Taxa Referencial).

Descontos no resgate antes do prazo: o ideal do título de capitalização é que você o resgate somente ao final da vigência. Se houver, por parte do locatário ou do locador, uma solicitação de resgate antecipado, o valor a ser recebido terá um grande desconto.

Caixa Cap Aluguel Sem Fiador Saiba Como Funciona 2018-10-01T09:29:05+00:00

Mulher é encontrada morta em um terreno

Por Tonny Machado Publicado em 15/09/2018, 09:44 - Atualizado em 15/09/2018, 09:44

Foto|Tonny Machado

O corpo de uma mulher foi encontrado na manhã deste sábado (15) em Capivari (SP) por uma moradora do Vila di Capri. Segundo informações da PM, o cadáver estava em um terreno do bairro. O corpo tem diversas marcas.

A mulher foi localizada por volta das 7h30 deste sábado. A identificação da vítima não pôde ser feita, nenhum documento foi encontrado com ela.

A Polícia Militar aguarda a chegada da pericia, que poderá identificar a mulher, em seguida o corpo vai passar por exames técnicos que apontaram as causas da morte.

O caso foi registrado como homicídio, mas ainda não há suspeitos do crime. A morte será apurada pela equipe da Delegacia de Investigações (SIG) de Capivari.

Foto|Tonny Machado

Mulher é encontrada morta em um terreno 2018-09-15T09:44:45+00:00

Policiais militares salvam bebê que havia se engasgado em Capivari

Por Tonny Machado Publicado em 11/09/2018, 17:26 - Atualizado em 11/09/2018, 17:26

Divulgação

Policiais militares de Capivari conseguiram ajudar uma família que pediu socorro após um bebê, de 21 dias, engasgar. O caso aconteceu por volta das 12h, desta terça-feira (11) quando a solicitação chegou por meio do número 190 de emergência da PM.

Por telefone a Soldado Regiane começou a orientar há avó do bebê. Uma equipe da Ronda Ostensiva Com Apoio de Motocicletas (ROCAM), se deslocou para o bairro Ribeirão.

Já na residência, os policiais, Cabo Passafaro e Soldado Pratt, notaram a criança silenciosa e ainda expelindo leite. Os policiais instruídos prosseguiram com as manobras de resgate até a chegada dos Bombeiros.

O bebê de 21 dias foi socorrido pelo Corpo de bombeiros para a Santa Casa de Capivari. O recém-nascido João Guilherme S. Bernardo passa bem.

Policiais militares salvam bebê que havia se engasgado em Capivari 2018-09-11T17:26:10+00:00

PM prende dupla após roubo a posto de combustível

Por Tonny Machado Publicado em 11/09/2018, 11:39 - Atualizado em 11/09/2018, 14:54

Divulgação

A Polícia Militar de Capivari prendeu na noite desta segunda-feira (10), um homem de 20 anos e um menor de 16, suspeitos de assaltarem um posto de combustível.

Segundo informações do Boletim de Ocorrência, foi irradiado pelo Centro de Operações da Polícia Militar (COPOM), que um indivíduo armado e com capacete, havia assaltado um posto de combustível na Avenida Pio XII e, após o roubo, tinha se evadido sentido bairro Moreto.

O suspeito armado rendeu o frentista e exigiu o dinheiro do caixa. O comparsa ficou em uma motocicleta aguardando para a fuga.

Em deslocamento da PM, os policiais se depararam com uma motocicleta ocupada por dois indivíduos com as mesmas características transmitidas pelo COPOM. Nesse momento, deu início a uma perseguição por diversas ruas da cidade.

Outras viaturas vieram no apoio. Os suspeitos andaram pela contramão da Avenida Pio XII e Rua São Luiz, retornando para a Rua Aracajú pela Travessa Giácomo Armelin, trecho em que eles colidiram com uma viatura da PM.

Com eles foi localizada a quantia de duzentos e quarenta reais, dinheiro roubado do posto, e uma réplica de pistola. Os autores foram encaminhados ao Pronto Socorro e posteriormente ao Plantão Policial, onde ficarão à disposição da Justiça.

PM prende dupla após roubo a posto de combustível 2018-09-11T14:54:55+00:00

Suspeito de roubo em joalheria é preso em São Paulo

Por Tonny Machado Publicado em 05/09/2018, 15:12 - Atualizado em 05/09/2018, 15:12

 

Divulgação

A Polícia Civil de Capivari prendeu na manhã desta quarta-feira (05), na Capital Paulista, um suspeito por roubar uma joalheria no mês de fevereiro em Capivari. O suspeito foi identificado através de imagens de câmeras de segurança.

O roubo aconteceu no dia 07 de fevereiro deste ano, como noticiamos no PiraNot, onde um dos homens entrou na joalheria e se passou por cliente. Seu comparsa chegou logo após armado e anunciou o assalto.

Os criminosos aproveitaram que o cofre estava aberto para praticar o roubo.

Após sete meses de investigação, sob o comando da Delegada Maria Luiza, o setor de investigação da delegacia de Capivari cumpriu o mandado de prisão nesta quarta, no bairro Jardim Ângela, zona leste da capital. O suspeito foi preso em sua residência.

Segundo a Polícia Civil, o homem também é suspeito por praticar roubo em outras joalherias da nossa região uma em Araras.

A Polícia Civil de Capivari teve apoio de equipes da Delegacia Geral de Polícia e do setor de capturas da Polícia Civil de São Paulo, que fizeram todo levantamento do endereço do criminoso para que a prisão tivesse sucesso hoje.

O criminoso já foi reconhecido pelas vítimas da joalheria de Capivari e, segundo os policiais, ele vai passar por exames de corpo de delito e até o final da tarde estará sendo apresentado na Delegacia de Capivari.

Divulgação

Suspeito de roubo em joalheria é preso em São Paulo 2018-09-05T15:12:09+00:00

Acidente entre carro e caminhão deixa morto na Rodovia Kanela Forti

Por Tonny Machado Publicado em 01/09/2018, 14:49 - Atualizado em 01/09/2018, 14:49

Foto|Tonny Machado

Um homem morreu após bater o veículo que dirigia com um caminhão, no quilômetro 07 da Rodovia Kanela Forti. O acidente aconteceu por volta das 12h00 deste sábado (01), em Capivari.

Segundo informações, o caminhão com placas de Cosmópolis seguia sentido Rodovia do Açúcar e o veículo Escort, placas de Capivari, vinha no sentido oposto quando ocorreu a colisão.

Foto|Tonny Machado

Com o impacto, os dois veículos foram parar no acostamento. As causas do acidente serão investigadas.

O homem de 45 anos que dirigia o carro acabou falecendo no local. O motorista do caminhão nada sofreu.

O motorista do carro ainda ficou preso às ferragens, onde foi preciso do auxilio do Corpo de Bombeiros de Capivari.

Viaturas da Guarda Civil, Polícia Rodoviária e da Concessionária Rodovias do Tietê também estiveram apoiando.

A vítima fatal era da cidade de Capivari. A perícia foi acionada para iniciar as investigações.

Foto|Tonny Machado

Foto|Tonny Machado

Foto|Tonny Machado

 

Acidente entre carro e caminhão deixa morto na Rodovia Kanela Forti 2018-09-01T14:49:34+00:00